;

BLOGS

“Voltar a ter aulas presenciais é urgente e uma questão de humanidade”, diz João Catunda

Em audiência pública na Levada, presidente da Comissão de Educação da Câmara pede celeridade à Semed

A volta às aulas no ensino público municipal foi defendida fortemente pelo presidente da Comissão de Educação da Câmara de Vereadores, João Catunda (PSD), em audiência pública realizada nesta sexta-feira na Escola Nosso Lar I, no bairro da Levada. “Nos últimos um ano e meio, muitas famílias perderam a principal fonte de alimento de seus filhos. Salas vazias significam pratos vazios, além de representar uma gigantesca desigualdade entre alunos das escolas privadas e da pública. A volta é urgente e uma questão de humanidade”, declarou.

A audiência pública contou com os membros da Comissão vereadores Cal Moreira (PSC), Gaby Ronalsa (DEM), com a equipe da vereadora Olívia Tenório (MDB), além do vereador Joãozinho (PODE) e com dezenas de diretores, professores, trabalhadores da Educação, além de representante de associações, do Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sinteal) e da Secretaria Municipal de Educação. “Nesta campanha Volta às Aulas Segura, nós já visitamos mais de 15 escolas e eu estou convencido de que o que está funcionando hoje nas undade acontece pelo compromisso e determinação de vocês, profissionais de Educação. A Semed precisa agir para que o retorno aconteça logo. Daqui a pouco teremos o Rei Pelé com público e escolas fechadas”, criticou.

Nos pronunciamento, várias queixas de falta de equipamentos, itens de higiene e de proteção individual como máscaras, além de os profissionais se sentirem sem apoio para o planejamento da retomada das atividades. “Vi infestação de caramujos, caixas d’água podres e muros caindo. Isso merece atenção tanto quanto o Covid. É uma questão de saúde pública”, declarou João Catunda.

Por Assessoria

 


 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *