;

BLOGS

Vítimas relatam caso de assédio praticado por segurança municipal no Lago do Perucaba em Arapiraca

Um caso de assédio, que teria sido praticado contra mulheres por um segurança da Prefeitura de Arapiraca, no Lago da Perucaba, ganhou repercussão. O caso aconteceu com mulheres que fazem atividades físicas todas as manhãs, no Lago da Perucaba, um dos cartões postais do município.

De acordo com Marília, não foram seguranças que teriam praticado o assédio, e sim apenas um segurança. A Prefeitura de Arapiraca diz que foi um caso isolado.

O segurança, que não foi identificado, já tratava mal as mulheres, porém, na manhã desta quinta-feira (18/02), ele estava com sinais de embriaguez e teria filmado as atletas fazendo atividades físicas, chegando a entrar em atrito com uma delas. “Foi muito constrangedor, e ontem [quinta-feira (18/02)] foi o cúmulo. Ele já era muito agressivo com a gente, porém ele filmou a gente, chamou palavrões, chutou os cones, e fez ameaças”, disse Marília.

“Nunca tivemos problemas aqui, só com esse que estava no plantão de quarta pra quinta. O comportamento dele já chamava a nossa atenção. Ele dizia que mulher tinha que apanhar, e sempre foi muito agressivo. A maioria ficou com medo, eu fiquei com medo, mas quero deixar bem claro, não foram os seguranças como falaram, foi um segurança”, completou Marília.

Uma ouvinte da 91.5 FM, que não quis se identificar, informou que “não é a primeira vez que esse mesmo segurança apronta”.

O professor Henrique Nunes, que faz parte do grupo que se exercita no Lago da Perucaba, explicou que “as meninas estavam malhando, e ele começou a filmar, as meninas se sentiram desconfortáveis, uma delas disse ‘deixei eu fazer pose’, e começou o atrito. Ele também estava com sinais de embriaguez”.

Para a prefeitura de Arapiraca o caso foi isolado. De acordo com o superintendente da segurança municipal, Sargento Braz, os fatos estão sendo esclarecidos.

“A gente tem a responsabilidade com a sociedade arapiraquense, o prefeito Luciano Barbosa não aceita irregularidades dentro de sua gestão, as providências vão ser tomadas, mas é necessário ouvir os dois lados para não cometer injustiças.”, disse o superintendente.

Sargento Braz também tranquilizou a população sobre a circulação em espaços públicos. “É um caso isolado, de um segurança que faltou com a sus responsabilidade. Em qualquer espaço público da cidade, ele está para defender o cidadão e o patrimônio municipal da nossa Arapiraca.”.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *