;

BLOGS

Ela só quer IBOPE

A deputada Cibele Moura filiada ao PSDB, partido de Aécio Neves (aquele envolvido em vários escândalos após sua derrota eleitoral para Dilma Roussef) perdeu ontem (12) a oportunidade de ficar calada ao refutar uma moção de congratulação que está sendo votada na Assembleia.

Em uma postagem na rede social instagram torna público um direito dela de votar contra a moção de iniciativa do Deputado Ronaldo Medeiros (MDB) ao PCdoB, partido mais antigo em atividade no Brasil que no último dia 25 de março completou 99 anos de existência.

A imberbe parlamentar confundiu uma agremiação política pré-centenária que vive sob a égide de um Estado democrático com um “regime totalitário”, inexistente da forma que ela avaliou no planeta terra.

Compreende-se a afobação da “deputada mais jovem do Brasil”, único título de seu currículo político.

Talvez – mal orientada (nós desconfiamos de alguém – lembram do caso da disseminação da fake news?) precisa de muitos holofotes para subsistir eleitoralmente já que seus redutos políticos foram rachados ao meio ou destroçados.

Na verdade ela aparenta só querer “IBOPE” e os 10 minutos de fama que qualquer BBB ganha nas telinhas.

Cibele ainda amarga a derrota sofrida pela mãe Emanuelle em Barra de Santo Antônio e a vitória com gosto de fiasco do pai Abraão Moura em Paripueira que venceu a disputa pelo pau do canto. Em Maceió pegou “bigu” no meio do segundo turno no palanque de JHC.

Nas redes sociais, Cibele aparece agora mais “senhorinha”. Cortou os cabelos, usa maquiagem mais sóbria, deixou o jeito patricinha de ser.

Talvez agora “amadurecida”, após a repercussão negativa da sua (repetimos) legítima escolha – em refutar uma moção de congratulação a um partido político, cujos militantes deram a vida em prol da democracia, ela passe a sopesar os “aconselhamentos recebidos” ou o ímpeto de clicar numa rede social sem antes pesquisar a história.

PS.: Quanto ao Deputado Davi Maia, que corroborou com o pensamento de Cibele, este não merece um post exclusivo. Natural de Quebrangulo, basta dizer que a única figura ilustre de sua terra foi Graciliano Ramos, um comunista.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *