;

NOTÍCIAS

In:

Morre em Palmeira dos Índios o escrivão Jorge Luiz de Barros

Por Redação

Jorge Barros morreu aos 65 anos

Morreu na noite desta sexta-feira (13) em Palmeira dos Índios, aos 65 anos, após sofrer um infarto, o escrivão judiciário aposentado Jorge Luiz de Barros.

Filho mais novo do saudoso tabelião Luiz Vieira de Barros e Dona Marieta Bezerra, Jorge Barros ou “Jorginho” como era mais conhecido, era um ativo cidadão palmeirense, desde as lides estudantis ou como integrante de clubes de serviço como o Leo Clube e Lions.

Em 1982 aventurou-se na política postulando uma cadeira de vereador, obtendo  votação expressiva, mas não teve êxito ficando na suplência.

Jorge era torcedor fanático do Galo, seu único time

Torcedor fanático do CRB, seu único time, Jorge também foi um entusiasta do esporte na juventude. Era também fã declarado da memorável cantora Elis Regina.

Formado em Direito pela Universidade Federal de Alagoas, Jorge Barros – logo cedo – por indicação de seu pai ingressou na carreira de serventuário da justiça – alcançando o cargo de escrivão (analista judiciário) – vindo a se aposentar no ano de 2019, aos 36 anos e 6 meses de exercício de trabalho.

Paralelamente ao seu trabalho na Justiça, Jorge orientava as Câmaras Municipais da região, pois era profundo conhecedor das técnicas legislativas e das leis orgânicas de vários municípios da região, inclusive ajudando a formatar essas legislações, assessorando várias Câmaras. Foi o autor do último estatuto do CSE.

Atuando nos bastidores político, Jorge foi fundamental na articulação e eleição de vários candidatos a vereador ao longo dos anos, atividade que lhe dava prazer e tinha como hobby.

Um de seus pensamentos preferidos era uma citação de Luiz Gasparetto: “Volte os olhos para seu passado e diga: Eu fiz o que pude, com o conhecimento e a compreensão que possuía naquele momento. Não se culpe por mais nada. Leve as mãos ao seu coração e diga: “Eu deixo o meu passado ir embora de uma vez“.

Bastante conhecido na região, Jorge deixa uma legião de amigos e admiradores, conquistados por sua benevolência e espírito fraterno.

Solteiro, Jorge não deixa filhos. O velório será realizado no Campo Santo Parque das Flores e o sepultamento no Cemitério São Gonçalo, às 11h.

Compartilhe:
Tags: ,,,

Comente no Facebook

3 Comments

  • Helio Luiz Lima de Moraes disse:

    Nossos pêsames aos familiares e amigos. Mais uma pessoa de bem e do Bem que parte. Luz Perpétua em sua trajetória espiritual.

  • Palmeiron disse:

    Um homem íntegro, deixa um legado. Meus sentimentos à família.

  • Elenilson Ribeiro Monteiro disse:

    Palmeira dos Índios perde um dos seus filhos mais ilustres! Jorginho era dono de um conhecimento jurídico eleitoral e administrativo invejável por muitos que não conseguiam acompanhá-lo nos seus conhecimentos.
    Vá com Deus meu amigo e tenha a certeza de que farás grande falta para a nossa cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *