;

NOTÍCIAS

In:

Tribunal condena Aung Kyi a 4 anos de prisão, mas líder militar reduz 50% da pena

Um tribunal de Mianmar sentenciou nesta segunta, 6, a principal líder civil do país, Aung San Suu Kyi, a 4 anos de prisão por incitar a desordem pública e quebrar protocolos de segurança contra a covid-19.

Horas depois do anúncio, o chefe do governo militar reduziu a pena para dois anos, de acordo com a TV estatal. Suu Kyi, de 76 anos, que ganhou o Nobel da Paz em 1991, vem sendo submetida a uma série de julgamentos que podem mantê-la na prisão pelo resto da vida.
As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Autor: Redação, O Estado de S.Paulo
Copyright © 2021 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *