;

NOTÍCIAS

In:

Servidores do Judiciário estadual voltam a paralisar nesta quinta e sexta-feira

Por Assessoria

Os servidores do Poder Judiciário do Estado de Alagoas realizam, nesta quinta e sexta-feira (dias 2 e 3), mais uma etapa da paralisação gradativa decidida em assembleia do SERJAL – sindicato que representa toda a categoria. Desta vez, serão 48 horas de braços cruzados, mantendo-se apenas os atendimentos de urgência jurídica.

Apesar da paralisação de 24h realizada na semana passada, nada avançou em relação à recomposição das perdas salariais relativas à inflação, que se acumula desde 2019 sem a devida reposição, como manda a Constituição Federal e o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração dos servidores do Judiciário alagoano.

A exemplo da semana passada, a paralisação será marcada por manifestações na frente de cada unidade judiciária, em todo o Estado. Nas comarcas do interior, os servidores cruzam os braços a partir das 8h da manhã. Na Capital, a manifestação será concentrada em frente ao Fórum do Barro Duro, a partir das 9h, reunindo os servidores que trabalham no primeiro e no segundo expediente forense.

“Infelizmente entramos na segunda semana de mobilização com paralisação gradativa, conforme decisão em assembleia dos servidores e servidoras filiados ao nosso sindicato, sem que haja um aceno do Tribunal de Justiça nem da Assembleia Legislativa sobre a nossa Data-base. Lembrando que temos um projeto no Legislativo, que repõe parte dessas perdas (4,31% relativos a 2019) apenas aguardando um despacho do presidente para ser votada em plenário. Continuamos abertos ao diálogo, como sempre estivemos, mas enquanto persistir esse impasse, nossa luta continua e a nossa paralisação gradativa vai se ampliando a cada semana”, esclarece a diretoria do SERJAL.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *