;

NOTÍCIAS

Alagoas mantém a liderança no ranking das melhores rodovias públicas do país

Por Manuela Mattos

Foto: Felipe Brasil (Arquivo)

Os investimentos do Governo de Alagoas em infraestrutura viária continuam rendendo ao estado o primeiro lugar no ranking das melhores rodovias públicas do país, conforme revelou o estudo publicado recentemente pela Confederação Nacional de Transporte (CNT).

De acordo com a pesquisa, 73% das rodovias estaduais alagoanas foram consideradas ótimas ou boas, apenas 27% considerados regulares ou ruins e nenhuma rodovia foi considerada péssima. Já em relação ao pavimento, 78,9% estão em condição satisfatória e os outros 21,1% da malha viária avaliada apresentaram problemas.

O secretário de Transporte e Desenvolvimento Urbano, Mosart Amaral, destacou a gestão pública de 100% estradas estaduais a e os investimentos do governador Renan Filho por meio do programa de requalificação da malha viária, o Pró-Estrada, lançado ainda em 2016 e tendo, até momento, recuperado mais de 80% das rodovias em todas as regiões.

“Em Alagoas todas as rodovias são públicas. Não existe qualquer trecho em que o cidadão precise pagar pedágio para trafegar. É muito gratificante recebermos, mais uma vez, a notícia de que temos melhores rodovias públicas do país desde 2019, também de acordo com os dados da CNT”, afirmou Mosart Amaral, que responde por todas as obras das rodovias estaduais em Alagoas.

Desde 2016, com a chegada do Pró-Estrada e com o investimento massivo em infraestrutura viária, o governo de Alagoas já recuperou mais de 700 quilômetros de rodovias, implantou mais de 500 quilômetros de novas rodovias e, até o final de 2022, serão mais de 400 quilômetros de rodovias duplicadas, como a duplicação da AL-220, estrada que liga o estado de Leste a Oeste, de Maceió a Delmiro Gouveia.

“Investir em elevar o padrão da malha viária significa investir em mais desenvolvimento econômico para o estado, facilitar o escoamento da produção, atrair novos empreendimentos, oferecer condição de ir e vir para a população de povoados que viviam isolados. Significa mais facilidade para prestar socorro, redução do tempo de viagem e a garantia, acima de tudo, de mais segurança viária num país onde ainda se tem índices altíssimos de acidentes estradais. É muito gratificante ser referência nacional em uma temática onde costumávamos estar entre os piores colocados. Isso tudo é fruto de um trabalho incessante com a única finalidade de garantir mais qualidade de vida a todos os cidadãos alagoanos”, concluiu.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *