;

NOTÍCIAS

In:

Black Friday: além de bens de consumo, temporadas de promoções também contempla educação

Por Educa Mais Brasil

Plataforma educacional oferece mensalidades acessíveis para diferentes etapas de ensino.

Tecnologia, moda, produtos de beleza, utensílios para o lar. Na semana da Black Friday inúmeras promoções dão descontos que para alguns pode ser tentador para o bolso. Mas, além dos bens de consumo, as promoções também oferecem condições para quem quer investir em conhecimento e melhoria do currículo profissional.

A ação ocorre em toda última sexta-feira de novembro, que neste ano será no próximo dia 26.  Mas por aqui, nem todas as empresas apostam no nome “Black Friday”. Os motivos são variados e vão desde uma possível associação da origem da data ao racismo a adequação às estratégias de marketing das grandes marcas. Algumas, por exemplo, optam por lançar a promoção com a cor da sua identidade visual.

No segmento da educação, por exemplo, o Educa Mais Brasil, maior programa de inclusão educacional do país, também aderiu à campanha. Oferecendo ainda mais oportunidades para quem quer estudar, neste ano o Educa batizou sua campanha de Orange Friday. Até o final do mês, o site do programa terá mais bolsas de estudo, com descontos maiores para quem precisa estudar pagando pouco.

Quem aproveitou o período de promoção do Educa, no ano passado, e hoje comemora com a boa escolha é a estudante do curso técnico de Farmácia Vânia Pereira, da Zona Leste de São Paulo. Aos 41 anos, ela aproveitou a Black Friday para melhorar sua condição de vida realizando o sonho de fazer o seu primeiro curso desde que concluiu o ensino médio.

Vânia via a dificuldade financeira como empecilho que lhe tirava a coragem de continuar os estudos, mas aproveitou uma oportunidade na temporada promocional, no ano passado, e realizou sua matrícula com desconto de 50% nas mensalidades. “Achei ótimo! Aí tive coragem para estudar porque antes não tinha como eu pagar um curso caro. Sem a educação na minha vida eu não teria conseguido nada! Com fé em Deus ano que vem eu concluo meu curso técnico. E já penso em depois ingressar em outro também com bolsa do Educa. Estou achando maravilhoso!”, comemora a estudante.

O gestor comercial da Unifcv, Marco Antônio Gomes, também compartilha memoráveis vidas transformadas pela educação. “Temos alunos que falam que o pai, bisavô ou outra pessoa da família era analfabeta e houve ruptura dessa situação a partir da decisão de seguir estudando. Então, vemos que o aluno que está aqui, até mesmo aqueles que cursam a educação a distância, sabem a importância dessa iniciativa na sua geração. A mudança vem de vários locais, do aluno do interior, de outro estado… percebemos o quanto a educação rompe as barreiras”, declara Marco Antônio.

Acostumada a dar orientações sobre planejamento financeiro e dicas para economizar, a coach de finanças Zaíra Vasconcelos aconselha que quando é preciso rever os gastos em casa, um investimento que não deve ser cortado é o estudo. “Não tem maior investimento que aquele que você faz em você mesmo, na sua educação. É a formação acadêmica que vai abrir portas para as maiores e melhores oportunidades de crescimento. A educação é o melhor caminho para realizar sonhos”, defende.

Zaíra salienta, ainda, que mesmo em situações financeiras delicadas existem soluções para continuar com os estudos. “Parcelar os débitos com as instituições de ensino e pesquisar programas de apoio, que ofertam bolsas de estudo podem ser um caminho. Lembrando que será necessário cortar despesas e priorizar o pagamento das mensalidades atrasadas quando possível”, sinaliza.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Compartilhe:
Tags: ,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *