;

NOTÍCIAS

In:

Vereadores deverão ganhar mais cargos e secretarias em Palmeira nos próximos dias, entre elas a Educação

Por Redação

Prefeito Júlio Cezar

Após quase 30 dias de embate nos bastidores, vereadores e o prefeito de Palmeira dos Índios Júlio Cézar, enfim selaram mais um “acordo político”.

Desta feita os vereadores palmeirenses se agruparam em sua totalidade, aumentando o grupo de onze edis, o G-11 para o grupo de 15 edis, o G-15.

Mesa diretora

No pacotão do acordo mais cargos e secretarias, entre ela a pasta de Educação.

Uma reunião estaria marcada ontem (26) para brindar a “nova aliança”, o que não aconteceu, mas segundo fontes da TRIBUNA DO SERTÃO garantem, já está tudo acertado.

O extinto G-11 havia feito um acordo em abril passado para ocupar espaços na gestão, mas a promessa não foi cumprida em sua totalidade.

Com isso os edis começaram a “apertar” o prefeito em discursos na tribuna da Câmara com o objetivo de mandar um recado de que poderiam entornar o caldo.

A troca de apoio por cargos se institucionalizou no sistema político brasileiro e em que pese aparentemente ser legal se caracteriza pela imoralidade, haja vista os vereadores perderem a independência de fiscalizarem as ações do Executivo. Por outro lado, o prefeito mobiliza recursos financeiros para contratação de servidores precários (os chamados “babas”) que retiram do orçamento importante fatia que poderia ser aplicada em outra área mais urgente.

Especialistas em Direito Público também afirmam que a troca pode caracterizar nepotismo cruzado, haja vista a maioria dos contratados ou ocupantes de cargos comissionados serem parentes dos vereadores.

Compartilhe:

Comente no Facebook

1 Comentário

  • Jorge de Araújo Vieira disse:

    O prefeito sabe os vereadores que ele! Na hora e no tempo certo, ele dá para cada um osso de bom t!?4amanho, para ficarem roendo até o final dos mandatos.Não se engana o povo o tempo inteiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *