;

NOTÍCIAS

In:

Resistência e Representatividade em “Cenas Pretas/Negras” são abordadas na última semana do Festal 2021, com programação online, convidades especiais e acesso gratuito, de quinta-feira (28) a domingo (31)

Por Pei Shung Fon, sob coordenação de Manuela Callou e adjunta Keka Rabelo

A quinta e última semana da 6ª edição do Festal começa nesta quinta-feira (28) e termina no domingo (31), com a programação repleta de resistência, representatividade e paixão através de teatro, dança e música.

A 6ª edição do Festival de Artes Cênicas de Alagoas (Festal) chega na sua última semana de apresentações com 5ª Gira Online – Cena Pretas/Negras, que começa nesta quinta-feira (28) e termina no domingo (31), com a programação repleta de resistência, representatividade e paixão com teatro, dança e música .

Gessyca Geyza

A primeira atividade da quinta e última Gira, recebe os convidados  Daniela Beny (artista,professora e pesquisadora das Artes Cênicas) e Allexandrëa Constantino (multiartista) para participarem da mesa redonda “Cenas pretas em Alagoas: um movimento por outras Narrativas”, que começa às 20h, sob mediação de Gessyca Geyza. No segundo dia, também às 20h, o público vai prestigiar o espetáculo de dança “Ao Meu Corpo”, de Rodôlfo da Silva Aquino, com uma narrativa performática por meio de atravessamentos urbanos e sócias que afetam corpos negros.

Já o sábado conta com duas programações seguidas, a primeira às 18h, com o título “Rala Fora Playboy”, da Cia. Preto Tição de Teatro, que fará um passeio no tempo histórico do povo negro, e a segunda, às 20h, com o espetáculo de dança “Corpo Saravá”, da Cia Urucungo, com um diálogo entre corpo e movimento, musicas e ritmos afro-indígenas e afrocêntrico.
Com o intuito de promover um espaço de diálogo e ampliar reflexões na cena artística alagoana, no domingo (31), às 16h, os artista e grupos que se apresentaram durante a semana irão participar de um bate-papo, que conta com a presença da convidada do Filé de Críticas, Lorenna Rocha (licenciada em História (UFPE) e crítica cultural). E para finalizar, Mary Alves fará o show musical de encerramento da 6ª edição, às 18h.
Para Abides Oliveira, integrante do Grupo Gestor do Festal e da Rede de Artes Cênicas de Alagoas, o Festival é um espaço democrático que luta pelo fortalecimento da cena em diversas produções. E sobre esta última Gira, ele fala que: “valorizar e refletir como está e o que se constrói de cenas pretas em Alagoas é algo muito além de apenas mostrar, é enaltecer a luta por políticas públicas, reparações, fortalecimento e igualdade de direitos”.
E ainda sobre o grupo gestor desta edição, ele enaltece os esforços e a dedicação de todos para mais uma realização: “sem o grupo gestor, que é formado por artistes e grupos das artes cênicas de Alagoas, não seria possível realizar e manter o Festal. Ele é o coração, a mente e a alma do festival junto com a rede.
O Festival é transmitido gratuitamente pelo canal do Festal no youtube, com acesso apenas pela plataforma Google Meet o bate-papo do domingo, que encontra-se no link na bio do instagram @festal2021. As atividades possuem recursos de libras, ação que vem sendo incluída desde a 2ª edição promovendo a abertura de espaços artísticos antes negados para pessoas com deficiência. E também haverão artistas surdes pautando suas vivências na cena artística.
Contemplada na Lei Aldir Blanc com o Prêmio Eric Valdo, a 6ª edição do Festival de Artes Cênicas de Alagoas – Construindo Espaços de Aquilombamento teve início no dia 30 de setembro e já apresentou a 1ª Gira: Cultura Popular, 2ª Gira: Memória e Política, 3ª Gira: Acessibilidade, 4ª Gira: Gênero e Sexualidade, tendo a sua última a partir desta quinta-feira. O projeto é uma iniciativa da Rede de Artes Cênicas de Alagoas composta por grupos e artistas independentes do Estado.
Confira a programação:
5ª Gira Cena Pretas/Negras

MESA – Daniela Beny

28/10
20h – Mesa Redonda: Cenas Pretas/Negras – “Cenas pretas em Alagoas: um movimento por outras narrativas” (Libras)
Mediação: Gessyca Geyza
Convidados: Daniela Beny (Artista/Professora e pesquisadora das Artes Cênicas) e Allexandrëa Constantino (Multiartista)
29/10
20h – Espetáculo: Ao Meu Corpo (Libras)
Grupo/artista: Rodôlfo da Silva Aquino
Dança
30/10
18h – Espetáculo: Rala Fora Playboy (Libras)
Grupo/artista: Cia Preto Tição de Teatro
Teatro
20h – Espetáculo: Corpo Saravá (Libras)
Grupo/artista: Cia Urucungo
Dança
31/10
16h – Bate-papo com os grupos e artistas participantes (Libras)
Participantes: Rodôlfo da Silva Aquino, Cia Preto Tição de Teatro e Cia Urucungo

SHOW – Mary Alves

18h – Show Musical: Mary Alves
Transmissão: Google Meet
Acompanhe o FESTAL 2021 pelo Youtube!
Inscreva-se aqui
Para mais informações:
082 98849-2085 (imprensa)
082 99662-3040 (programação)
Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *