;

NOTÍCIAS

In:

Hospital Santa Rita presta contas de recursos da Covid-19

Por Redação

Nova UTI do Hospital Santa Rita foi concluída com recursos da covid-19 e hoje o equipamento serve para atender as vítimas da pandemia.

O Hospital Regional Santa Rita e Maternidade Santa Olímpia – Palmeira dos Índios/AL, por meio do seu Provedor – Dr. Pedro Gaia, apresentou na última semana a prestação de contas sobre o recurso recebido do Governo Federal, por meio da Portaria 1.448/2020 – no valor de R$ 4.535,747,03 (quatro milhões, quinhentos e trinta e cinco mil, setecentos e quarenta e sete reais e três centavos), destinado para o tratamento de pacientes acometidos da COVID-19.

O médico Pedro Gaia explicou que o “recurso foi liberado para todos os Hospitais Filantrópicos do País, após perceberem as dificuldades e os custos da COVID-19, era sabido que esses hospitais precisavam se organizar – estruturalmente e financeiramente – para tratar esses pacientes, e cada hospital recebeu o valor referente ao seu credenciamento no Ministério da Saúde. Diante disso, ficou determinado que Santa Rita recebesse o valor de R$ 4.535,747,03”.

Provedor Pedro Gaia dá exemplo e faz prestação de contas de recursos federais recebidos pelo HSR

Segundo o Provedor, o recurso foi destinado para custeio, compra de materiais, medicamentos e investimentos como, por exemplo: ampliação e adaptação de espaços físicos e estruturais para atender os pacientes COVID-19. Os recursos recebidos deveriam ser utilizados até o dia 31 de dezembro de 2020.

Na foto: profissionais do Hospital palmeirense que ainda lutam no tratamento contra a doença que matou milhares de brasileiros.

Plano Operativo

O Plano Operativo foi preparado e apresentado, no mês de julho e 2020, informando ao Conselho Municipal de Saúde o valor do recurso recebido e como o hospital iria utilizá-lo. Vale destacar que o mesmo foi aprovado por unanimidade e efetuado como planejado.

Ficou determinado que para custeio, salários, encargos e serviços terceirizados seria gasto o valor de R$ 2 milhões.

Para compras de materiais e medicamentos foi alocado R$ 1,5 mi (um milhão e meio). E para investimentos- R$ 1.035,743,03 (um milhão e trinta e cinco mil, setecentos e quarenta e três reais).

Vários serviços foram melhorados com os recursos oriundos da União. Salários de profissionais e encargos também foram pagos com essa ajuda federal

Investimentos

O recurso serviu para finalizar a obra da Nova UTI – que está sendo utilizada para atender os pacientes de Covid-19. Além disso, foi feita a ampliação e qualificação do Sistema de Energia do Hospital (Subestação de energia), já que era de extrema necessidade, pois, sem essa melhoria, não seria possível instalar todos os equipamentos necessários para o funcionamento da Unidade Covid do HRSR.

Provedor recebeu imprensa e de forma transparente mostrou novos equipamentos do HRSR

O Provedor do Hospital Santa Rita – Dr. Pedro Gaia, recebeu no dia 21 de setembro, data em que se comemorava o Dia do Radialista, comunicadores que fazem parte da imprensa de Palmeira dos Índios.  Os âncoras e repórteres do rádio-jornalismo foram convidados para conhecer o projeto da obra da Nova Maternidade e também para serem informados sobre os recursos recebidos pelo hospital durante o enfrentamento da Covid-19. O encontro aconteceu no auditório do HRSR, onde o Dr. Pedro Gaia expôs detalhadamente a prestação de contas por meio de números e documentos.

A Nova Maternidade

Muito em breve o Hospital Santa Rita entregará a população de Palmeira dos Índios e região uma Nova Maternidade Santa Olímpia. Devido às obras, a entrada que era antes na Avenida Vieira de Brito mudou, temporariamente, para a Avenida Deputado Medeiros Neto, onde funcionava o antigo Pronto Atendimento.

Pedro Gaia também anunciou que o Hospital estará em breve implantando o serviço de hemodiálise próprio (na unidade terceirizada que fica na Avenida Medeiros Neto) e fez um apelo aos parlamentares alagoanos para conseguir tal intento que é de suma importância para a população palmeirense.

Profissionais do HRSR: exemplos na luta contra a covid-19

O médico falou ainda que os prédios ora ocupados por Unimed e Sicredi situados na Avenida Vieira de Brito darão lugar em breve ao setor de Oncologia do Hospital Santa Rita que este ano completou 70 anos de existência e se prepara para o futuro, para uma nova era.

O Hospital Santa Rita com a gestão de Pedro Gaia mostra que não deixa nada a desejar aos hospitais de Arapiraca e Maceió e continua como referência em Alagoas.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *