;

NOTÍCIAS

In:

Para Aziz, Queiroga deveria retirar Mayra da Saúde ou abrir mão do cargo

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM), defendeu que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, retire a secretária Mayra Pinheiro da Pasta ou saia do cargo. Para Aziz, Mayra não tem condições morais de continuar na Saúde. O parlamentar também disse que o treinamento realizado pela servidora para participar da CPI não surtiu efeito. “Ela estava muito nervosa, e não conseguia se explicar”, disse, após divulgação de um vídeo onde Mayra aparece se preparando para oitiva.

“Mais incrível que tem é o ministro Queiroga ainda manter a Mayra no ministério. É impressionante. Depois de um vídeo daquele, em uma servidora pública, num vídeo, diz que vai fazer um arranjo de perguntas entre senadores que pensam igual a ela, tocar pra ela fazer um gol. O ministro Queiroga tinha que tomar uma decisão imediatamente. Ou ele tira a Mayra ou ele sai do cargo. Ele não pode, pelo cargo, abrir mão dos princípios que ele jurou na sua formação”, disse Aziz em entrevista à GloboNews.

De acordo com um vídeo publicado pelo site The Intercept Brasil, Mayra fez um treinamento por videoconferência antes de ser questionada pelos senadores da CPI. Estão presentes no treinamento da médica o pesquisador Regis Bruni Andriolo e o também secretário da pasta Helio Angotti Neto. No vídeo a médica afirma que precisa enviar a senadores “perguntas cujas respostas sejam oportunidade de eu falar”.

“Tem um grupo que nos apoia, que reconhece o nosso trabalho. Esse grupo precisa fazer perguntas que nos ajudem no nosso discurso. Que perguntas posso dar a esses senadores fazerem a mim, que eles chutam para eu fazer o gol?”, afirmou Mayra.

Aziz afirmou que sentiria vergonha de ser um dos senadores que “entrou nessa pegadinha de tocar bola pra ela”, e exigiria que ela fosse exonerada imediatamente. “Porque ele vai ter que ir lá na CPI novamente, dizer quais foram os senadores que ela mandou a pergunta, e ela vai dizer que não mandou.”

Reforma Ministerial

Aziz afirmou que o senador Ciro Nogueira (PP-PI), que está em vias de ir para o ministério da Casa Civil, tem um bom relacionamento com todos, e que continuará tendo uma relação harmoniosa com o parlamentar. Para Aziz, o problema será do presidente Jair Bolsonaro, que deverá explicar a sua base o crescimento do Centrão em seu governo.

“O presidente que pregou uma coisa lá em 2018, falou muito não sobre não conversar com partido, nomear equipe técnica”. “Se elegeu com esse discurso, mais um discurso que vai pro ralo”, afirmou Aziz.

Autor: Matheus de Souza
Copyright © 2021 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *