;

NOTÍCIAS

In:

Destaque do Guarani, Régis valoriza coletivo e fala em vitória contra o Vasco

O meia Régis tem sido o principal destaque do Guarani na Série B do Campeonato Brasileiro. Vice-artilheiro com sete gols, ele faz questão de deixar a individualidade de lado e foca no coletivo. O clube de Campinas (SP) ocupa a terceira colocação com 23 pontos.

“Isso mostra a força do grupo, o trabalho que a o professor (o técnico Daniel Paulista) vem fazendo, a dedicação de todos, não só durante o jogo, mas durante toda a preparação, durante a semana, para que a gente possa chegar aos jogos e executar o melhor que a gente fez durante a semana. Então acredito que a força mesmo do grupo, a ajuda dos meus companheiros, tem colaborado para que não só, mas outros destaques também na equipe possam estar acontecendo naturalmente nos jogos”, analisou o jogador de 28 anos.

Invicto há seis jogos após empatar sem gols com o Sampaio Corrêa, o Guarani se prepara para encarar o Vasco neste sábado, às 19 horas, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro, pela 14.ª rodada. A ideia é pontuar para seguir no G4 – a zona de acesso. O time está invicto como visitante – três vitórias e três empates.

“É um jogo difícil. Jogar contra o Vasco no Rio é sempre muito difícil. Mas a gente vai encarar como a gente vem encarando todos os jogos. Vamos nos preparar bem, o professor Daniel vai passar para a gente, a partir de hoje já, como deve ou pode se comportar o time do Vasco. Vai ser um grande jogo. Acredito que a gente possa ir lá, executar o melhor trabalho, a melhor estratégia, para que a gente consiga ir lá, fazer um grande jogo e buscar os três pontos”, disse Régis, que pede calma aos torcedores do Guarani apesar do bom momento.

“A gente entende a euforia do torcedor, a confiança que eles depositam na gente. A gente fica feliz por eles estarem juntos, estarem nessa torcida também. Claro que o nosso objetivo é o acesso, mas sempre com os pés no chão. A gente não conquistou nada ainda, tem muitos jogos. A gente conversa bastante internamente que o mais importante é sempre o próximo jogo. E a gente vai levar isso até o final para que, lá na frente, a gente possa estar, se Deus quiser, comemorando o nosso objetivo”, prosseguiu.

Antes de chegar ao Guarani, Régis passou por grandes clubes como Cruzeiro, Corinthians, Bahia, Palmeiras, Sport, Chapecoense e São Paulo, entre outros.

“Acho que, com o decorrer dos anos, da experiência, a gente vai tendo outras visões, tendo outros comportamentos. Não só eu, tem outros líderes aí. Mas a gente está aqui para ajudar, para estar sempre colaborando no que for melhor para o Guarani. (…) Estou muito feliz, estou muito alegre aqui. (…) E espero que seja assim até o final e todos nós possamos estar juntos, felizes todos os dias para sempre estar buscando os nossos objetivos”, finalizou.

Copyright © 2021 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *