;

NOTÍCIAS

In:

PF cumpre mandados em AL durante investigação de desvio de mais de R$ 1 milhão em recursos de combate à pandemia

Por Assessoria

Foto: PF/SE

A Polícia Federal (PF) deu início, nesta sexta-feira (28), a operação “Palude”, para coletar provas de uma investigação sobre possível atuação de uma organização criminosa, suspeita de desviar R$ 1.071.221,90 em recursos públicos, que seriam destinados ao enfrentamento da pandemia de Covid-19 no município de Pacatuba, no ano passado. Mandados judiciais também foram cumpridos em quatro municípios alagoanos.

Além dos municípios em Sergipe, para a investigação, foram emitidos 23 mandados de busca e apreensão nas cidades sergipanas de Aracaju, Cedro de São João, Nossa Senhora da Glória, Pacatuba, Propriá, Carira, Japoatã, além dos municípios alagoanos de União dos Palmares, Satuba, Boca da Mata e Maceió. Os mandados foram expedidos pela 9ª Vara da Justiça Federal.

De acordo com a PF, o início das investigações se deu após denúncias de que haveriam fraudes no procedimento adotado para a contratação de empresas responsáveis pela sanitização e desinfecção de espaços públicos e privados, com grande circulação de pessoas, na cidade de Pacatuba.

Dinheiro apreendido pela PF (Foto: PF/SE)

Havendo confirmação dos desvios, os investigados podem responder por crimes de corrupção passiva, corrupção ativa, dispensa indevida de licitação, fraude à licitação, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

A operação tem o apoio e a participação da Controladoria-Geral da União (CGU/SE).

Participam da operação 90 policiais federais e 10 auditores da CGU.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *