;

NOTÍCIAS

In:

Palmeira: Lagoa de sangue e podridão no matadouro municipal

Por Éder Patriota

Uma verdadeira podridão é assim que pode se definir a atual situação do Matadouro Municipal de Palmeira dos Índios.

Segundo o marchante Bruno César denunciou à Imprensa Livre de Palmeira dos Índios, o Matadouro Municipal de Palmeira dos Índios se encontra abandonado pela atual gestão. “As lagoas do local estão cheias de sangue, por isso os urubus as vive rodeando”, afirmou.

Ouça o áudio

Ainda segundo o marchante, o local está funcionando sem caldeira e a serra utilizada para abrir os bois quebra todas as semanas.

Bruno postou sua indignação em grupos de whatsapp e imediatamente foi suspenso de trabalhar pelo prefeito Júlio César.

Ouça o áudio

Conforme o marchante, por conta da denúncia realizada à Imprensa Livre de Palmeira dos Índios, o atual prefeito Júlio César mandou a Guarda Municipal suspender ele de realizar as suas atividades profissionais no local durante 30 dias, com base áudios que ele denuncia o abandono do local. “Pago meus impostos em dia e sou punido por reclamar da situação vergonhosa do Matadouro Municipal”, desabafou.

Por fim, ele disse que os bois estão sendo abertos no Machado, o que é algo totalmente irregular.

 

Compartilhe:

Comente no Facebook

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *