;

NOTÍCIAS

In:

Unidade de Educação Infantil da Ufal promove atividades durante isolamento social

Por Assessoria

A parceria entre a Universidade Federal de Alagoas e a Secretaria Municipal de Educação, por meio da da Unidade de Educação Infantil Professora Telma Vitória (UEIPTV), vem rendendo bons frutos ao longo dos anos. Mesmo em período de quarentena, a promoção de atividades pedagógicas continua a todo vapor. A prova disso é o belo projeto desenvolvido pela equipe educacional, o “Memórias de Famílias”, que tem como objetivo favorecer as vivencias dos alunos no contexto familiar por meio de propostas brincantes, e dar continuidade ao vínculo pedagógico com seus educadores.

Desde o início do isolamento social, a unidade vem buscando de forma coletiva e dialogando com toda a equipe, um meio de apoiar as crianças e suas famílias. Surgiu assim o “Memórias de Famílias”. O projeto, que se iniciou em meados de abril, tem tido um retorno bastante positivo, com uma adesão bem forte por parte das famílias.

 A proposta é  ser algo leve, onde a família dentro do seu tempo possa organizar um momento junto à criança, de forma didática e prazerosa, como explica a diretora da UEIPTV Idnelma Lima da Rocha. “Esse projeto emergiu da necessidade de oferecer apoio às famílias nesse momento novo para todos nós, com objetivo de fortalecer a relação dessas famílias e também das crianças com a instituição” explica a diretora.

Propostas pedagógicas

O projeto “Memórias de Famílias” tem entre suas principais atividades a sugestão de brincadeiras que podem ser desenvolvidas dentro de casa, com materiais simples e que podem envolver a participação dos pais. Também são passadas dicas de receitas, propostas de brincadeiras como tomar banho de mangueira, brincadeiras com bolha de sabão, confecções de cabanas com lençóis. Além disso, também são realizados contatos com os familiares através de vídeos feitos pela equipe contando histórias e explicando como confeccionar um brinquedos com material reciclado.

Caso os pais queiram, há uma recomendação que se registre as crianças realizando as propostas, através de fotos, vídeos ou relatos. Dessa forma, é possível compartilhar esses momentos com a unidade, para que possam acompanhar as interações das famílias das crianças e avaliar a resposta delas ao projeto.

Uma das propostas é não sobrecarregar as famílias, e nem os educadores na construção e realização das atividades. Maria Betânia Correia coordenadora pedagógica da Semed,  atuando no Núcleo Pedagógico da unidade, explica  que o foco das propostas pedagógicas é na criança e não no conteúdo. “Nesse momento desafiador, os altos níveis de ansiedade, medo e angústia provocados pela pandemia afetam muitas famílias e as crianças de alguma forma acaba percebendo e sentindo também”, afirma Maria.

A intenção não é substituir as proposições pedagógicas, nem contar como carga horaria eletiva. As recomendações pedagógicas são sugestões, ou seja, não é obrigatório a execução dessas propostas por partes dos pais, justamente por entender que nem todos possuem acesso aos meios tecnológicos e a uma internet de qualidade.

O mais importante nesse momento, é que as atividades brincantes como essas são fundamentais nesse processo de quarentena, possibilitando a criança entender melhor o período ao qual estamos passando, favorecendo o bem estar emocional para ela e sua família.

Dessa forma, o diferencial do projeto é também prever a volta das crianças a unidade e o acolhimento delas, possibilitando um retorno tranquilo e com memorias afetivas positivas com a unidade e toda equipe educacional.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com