;

NOTÍCIAS

In:

Itália tem 1ª redução de pacientes em UTIs por coronavírus

O número de pacientes em unidades de terapia intensiva (UTIs) diminuiu pela primeira vez na Itália desde a explosão da pandemia de coronavírus no país, há mais de um mês, anunciou a Proteção Civil neste sábado, 4. De acordo com o chefe da Proteção Civil, Angelo Borrelli, o total de doentes de covid-19 em UTIs nos hospitais italianos voltou a ficar abaixo de 4 mil (3.994, na véspera havia 4.068).

“É uma notícia importante, porque permite aos nossos hospitais respirarem. É a primeira vez que este número cai desde que administramos esta crise”, explicou Borrelli.

A queda foi detectada em particular na Lombardia (norte), a região mais afetada, onde os hospitais estão lotados, com 1.326 pessoas em UTIs, ou seja, 50 a menos do que na véspera.

O país também registrou 681 novas mortes pelo coronavírus nas últimas 24 horas, no menor número nos últimos nove dias – em 25 de março, registrou 683 mortes -, ainda que elevando para 15.362 o total de vítimas na pandemia.

O dado representa um recuo de 10% na comparação com o dia anterior.

“Esse número de mortes está em diminuição constante. Quero lembrar que em 27 de março alcançamos um teto, com cerca de 1.000 mortos”, destacou Borrelli.

Foram ainda registrados 4.805 novos casos de infecção, o que eleva o número total de pessoas infectadas desde o início da pandemia para 124.632.

Há ainda 20.996 pessoas que se recuperaram da covid-19.

Autor: Redação, O Estado de S.Paulo. Com agências internacionais
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com