;

NOTÍCIAS

In:

Casos de coronavírus causam o adiamento de três partidas do Campeonato Italiano

Três partidas do Campeonato Italiano marcadas para este domingo foram adiadas por causa do temor causado pela chegada do coronavírus a duas regiões do país, Vêneto e Lombardia. Os jogos Inter de Milão x Sampdoria, Atalanta x Sassuolo e Verona x Cagliari serão disputados em datas ainda não anunciadas pela liga que organiza a competição.

Duas pessoas que estiveram recentemente na China morreram no norte da Itália (uma no Vêneto e outra na Lombardia) em decorrência da contaminação pelo coronavírus. Além disso, há outras 28 pessoas contaminadas. As autoridades locais, então, determinaram a suspensão de eventos esportivos nas duas regiões, além de decidirem pelo fechamento temporário de escolas, lojas e restaurantes. Cerimônias religiosas também não poderão ocorrer nos próximos dias.

Antes do adiamento dos três jogos do Italiano, uma partida da terceira divisão e outra da quarta, também marcadas para este domingo, já haviam sido canceladas, assim como eventos de basquete, vôlei, hóquei no gelo e patinação artística.

A jornada do Campeonato Italiano neste domingo será limitada a três jogos, todos marcados para regiões ainda não alcançadas pelo coronavírus: Genoa x Lazio, em Gênova, Torino x Parma, em Turim, e Roma x Lecce, na capital do país.

MILAN EMPATA – O Milan, definitivamente, não consegue embalar no Italiano. Após ter derrotado o Torino na rodada anterior, o time teve tudo para vencer a Fiorentina neste sábado, na casa do adversário, mas, após abrir o placar, cedeu o gol de empate quando tinha um jogador a mais em campo.

O resultado deixou o Milan empatado na sexta colocação do campeonato com o Napoli, ambos com 36 pontos. A distância que separa os rubro-negros da zona de classificação para a Liga dos Campeões é de nove pontos, então a meta mais realista é um lugar na Liga Europa – o clube está três pontos atrás da Roma, quinta colocada. A Fiorentina é a 13.ª, com 29 pontos.

O veterano Ibrahimovic, grande estrela do Milan, comemorou um gol no primeiro tempo, mas a festa logo foi estragada pela ação do VAR, que viu um toque de mão na construção da jogada e anulou o tento. A vantagem no placar finalmente chegou para os visitantes na segunda etapa, aos dez minutos, quando Rebic recebeu a bola na área da Fiorentina e disparou um chute que desviou em um adversário antes de balançar a rede.

A situação do time de Florença ficou ainda pior aos 16. Ibrahimovic ia entrando na área e teria uma ótima chance para marcar o segundo gol do Milan, mas foi derrubado pelo lateral-esquerdo Dalbert. Por causa dessa falta, o brasileiro, que foi emprestado à Fiorentina pela Inter, recebeu o cartão vermelho. Desta vez, o VAR intercedeu a favor dos visitantes.

Quando faltavam seis minutos para o fim do tempo regulamentar, uma decisão muito discutível do árbitro Gianpaolo Calvarese irritou o Milan. Ele marcou pênalti em uma disputa entre Cutrone, jogador da Fiorentina, e Romagnoli, que acertou a bola antes de tocar no adversário. Na cobrança, Pulgar marcou o gol de empate.

Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com