;

NOTÍCIAS

In:

Respeito aos Clientes

Por Oduvaldo Persiano

Resolvi iniciar meus comentários neste conceituado Jornal, no início de 2020, expondo assunto que nos acompanha no caminhar desta vida tumultuada, mormente após  receber solicitações de amigos,colegas e dos 15 assíduos leitores que não me  abandonam, pois sempre mereço-lhes manifestações de apoio. Cuida-se, portanto, de abordar o tratamento que é dispensado aos clientes em diversos segmentos das atividades do dia- a dia. Vejamos: Em alguns supermercados  om destaque para o conhecido Bom Preço, os Caixas exercem dupla função: registrar os valores das mercadorias compradas , receber , passar trocos e empacotar. As filas se prolongam nos horários de maior fluxo Este “`fenômeno” também  tenho vivenciado, feito reclamações   a funcionários que permanecem no Estabelecimento, porém não se  adotou a solução correta, a exemplo do UNICOMPRAS, colocando-se pessoas para desempenharem a simples tarefa de empacotar os objetos adquiridos.

Nas viagens aéreas, os transtornos são piores, além do exorbitante preço das passagens, com variações injustificáveis. Num pequeno espaço de tempo, encontra-se valor diferenciado para um mesmo trecho. Nos Aeroportos, então, a angústia se multiplica, em face da demora até embarcar e chegar ao destino escolhido.  Se o passageiro viaja para Foz do Iguaçu e/ou Gramado, a coisa se complica com mais intensidade. Saindo de Maceió pela madrugada, fazendo conexão em São Paulo, desce às pressas e percorre um enorme espaço para alcançar o local de embarque em outro Avião da mesma Companhia ALATAM !… Têm-se informações de que já ocorreram caos em que não foi possível o traslado seguido, obrigando o usuário esperar outro vôo. Dispomos de uma Agência reguladora, ANAC, INFRAERO e um Ministério, Órgãos incumbidos da mesma tarefa!… Certo ocasião, em Brasília, centro das decisões administrativas deste País dos equívocos, procurei um Agente destas citadas Entidades e não encontrei ninguém para resolver uma pendência, talvez porque era alta hora da noite e o sono  roubou o precioso tempo do invisível responsável. Esta situação retroage a vários Governos e ainda não se tomou providência alguma.

Os serviços de fornecimento de energia, água, telefonia e transportes, completam o quadro dantesco com que nos deparamos corriqueiramente, porém as contas nos chegam com absoluta precisão, sem nenhum desconto em virtude da má prestação do serviço coletivo e que, ás vezes, sempre prejuízos aos  usuários !… Os aumentos em pequenos intervalos provocam desequilíbrio em nossos bolsos. Vejo momento para registrar um episódio que me foi revelado: gasolina adulterada, bomba errando no resultado final do abastecimento, calculadora errando na multiplicação.  Some-se a isto um fator que, ao meu sentir, constitui a fonte geradora de primeira linha na sequência dos aumentos: imposto de mais de 40%, sobre o valor contabilizado!… Sabe-se que todas as atividades estão sujeitas aos encargos decorrentes dos acréscimos deste essencial produto à vida humana. Seria interessante que Ministérios, Agências, Estatais e muitos Órgãos improdutivos, algumas Embaixadas e Cartões Corporativos, fossem extintos. Os recursos economizados resolveriam esta alarmante situação. Com a palavra o Governo, o Legislativo e  Judiciário. O povo merece atenção, porque sem sua participação como contribuintes, as Máquinas dos 3 Poderes não funcionariam.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com