;

NOTÍCIAS

In:

Durante período de férias, Ifal Palmeira passa por melhorias estruturais

Por Assessoria

No mês de janeiro, a movimentação no Instituto Federal de Alagoas (Ifal), campus Palmeira dos Índios, diminuiu bastante, afinal docentes e estudantes aproveitam de forma merecida o recesso escolar, também conhecido como férias! O momento é para descansar, ter momentos de lazer e diversão, mas para a turma que fica no campus, a oportunidade é de colocar a “mão na massa” e trabalhar em prol de ações voltadas para questões estruturais do Instituto.

É no recesso que a equipe administrativa, com auxílio dos terceirizados, aproveita para realizar melhorias e manutenções em todo o campus, a exemplo da pintura de todas as salas de aula, a troca de aparelhos antigos de ar-condicionado por novos e a troca de lâmpadas fluorescente por lâmpadas de LED (mais econômicas). Segundo o coordenador de Administração e Manutenção, Jackson Furtuoso, a ideia é que a cada recesso escolar sejam realizadas manutenções e reparos maiores para que não atrapalhe as aulas e o fluxo de alunos.

“Sabemos que a nossa atividade-fim é o ensino, então nossa prioridade será sempre esta área. Logo, se não tivermos uma estrutura física confiável, não teremos a atividade-fim sendo desenvolvida de maneira plena e eficiente. Nosso intuito é que até 2021 consigamos estabilizar essas manutenções maiores e depois dar pequenos reparos e fazer apenas ações preventivas”, diz.

No recesso passado, foram trocadas as lâmpadas das salas de aula e do bloco de ensino, neste, o foco foi o bloco administrativo. Jackson destaca que essas mudanças são importantes também em respeito ao princípio da economicidade. “Fizemos a aquisição de 1500 lâmpadas de LED e dessas já utilizamos a metade. Só no auditório são necessários 500 desses dispositivos. Além de terem vida útil longa, as lâmpadas de LED podem trazer uma economia de 80% na conta de energia”, ressalta.

O momento é também de manutenção e revisão dos veículos oficiais, como o micro-ônibus, van e os carros menores, que passam por reparos em oficinas mecânicas. Além disso, foram construídos depósitos em ambientes inutilizados para a guarda de produtos do almoxarifado. Os próximos passos são a pintura da biblioteca e, também, das áreas externas (ação que pode ser feita durante o período de aula, já que não atrapalharão as atividades de ensino). No próximo recesso, o objetivo é que se priorizem as pinturas dos laboratórios e do auditório.

Para Jackson, o trabalho coletivo e a articulação entre servidores e terceirizados é o segredo para um resultado com qualidade com foco nas melhorias para o campus. “Primeiro adquirimos o material, depois determinamos o período de execução e, então, alocamos pessoal para prestação dos serviços. Sem esses colaboradores nada disso seria possível”, conclui o coordenador.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com