;

NOTÍCIAS

In:

Com chance de interrupção, Aberto da Austrália revela política de qualidade do ar

Enquanto os incêndios florestais seguem ocorrendo em partes da Austrália, os organizadores do Aberto da Austrália explicaram nesta sexta-feira a política definida sobre a qualidade do ar, explicando que ela se baseia em uma análise científica de algo chamado “classificação de partículas finas”, mas também dando aos árbitros do torneio o direito de iniciar ou parar as partidas.

Os organizadores do Aberto da Austrália divulgaram a política nesta sexta-feira, três dias antes do início da chave principal, após reclamações de alguns jogadores que questionaram a realização das partidas do qualifying nesta semana, com a qualidade do ar de Melbourne estando entre as piores do mundo por causa da fumaça vinda de incêndios a cerca de 160 quilômetros a leste da cidade.

Na terça-feira, a eslovena Dalila Jakupovic caiu de joelhos na quadra com um forte ataque de tosse, e o australiano Bernard Tomic pediu atendimento médico porque estava com problemas para respirar.

O comunicado explicou que as medições da qualidade serão feitas diariamente, e as condições serão classificadas em uma escala de 1 a 5, com 1 sendo “boas condições de jogo” e 5 representando um ambiente tão inadequado que suspenderia a competição. Mas mesmo no pior cenário, a suspensão não seria imediata, ocorrendo quando o número de games disputados no set for par ou após a conclusão de um tie-break.

“A qualquer momento o árbitro pode decidir suspender, manter ou retomar o jogo de acordo com esta política e em absoluta discrição, levando em consideração o aconselhamento médico de especialistas no local, visibilidade, mudanças nas previsões das condições climáticas e qualquer outro fator considerado relevante para a avaliação geral da qualidade do ar”.

Nas três quadras com teto retrátil, os jogos serão interrompidos para que sejam cobertas, sendo retomados assim que a qualidade do ar estiver abaixo do nível 5. Quando se decidir pela retomada de uma partida, os tenistas terão 30 minutos para voltar à quadra.

Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com