;

NOTÍCIAS

In:

Chico Xavier

Por Laurentino Veiga

Ou simplesmente, Francisco Cândido Xavier ( 1910/ 2002), ano de sua desencarnação, onde deixou um acervo de mais de 25 milhões de obras psicografadas.Muitos de seus livros  tornaram-se  Best-sellers na língua portuguesa. Outros viraram filmes, peças de teatro, novelas de televisão.

Segundo biógrafo, “De personalidade bondosa, nosso querido Chico sempre se  dedicou  ao auxílio  dos mais necessitados; o trabalho em benefício do próximo possibilitou  ao médium  a indicação , por mais de 10 milhões de pessoas, ao Prêmio Nobel da Paz em 1981. Foi eleito o maior brasileiro de todos os tempos, em evento realizado pelo Sistema Brasileiro de Televisão (SBT)”.

À luz da doutrina espírita, Chico trouxe à tona – Boa Nova – pelo espírito de Humberto de Campos. Que, em vida, fora inquilino da Casa de Machado de Assis. Deixando, portanto, mais de 40 títulos literários. Poeta, contista, crítico, cronista e, principalmente, escritor consagrado no seu tempo.

A obra, por sua vez, narra com muita propriedade a vida de Jesus Cristo. Isto é, sua trajetória ao lado dos doze apóstolos que ajudaram a difundir a religião Cristã. À época, perseguida pelo Império Romano. Condenado ( sem cometer crime algum) por Pilatos fora crucificado a fim de redimir o gênero humano.

No Sumário, vê-se as temáticas relevantes, a saber: Na escola do Evangelho, Boa-Nova, Jesus o precursor, Primeiras pregações, A família Zebedeu, Os discípulos, Fidelidade a Deus, A luta contra o mal, Bom ânimo, Velhos e moços, O perdão, O Sermão do Monte, Amor e renúncia, Pecado e punição, A lição a Nicodemos, Joana de Cusa, O testemunho de Tomé, Jesus na Samaria, A oração dominical, Comunhão com Deus, Maria de Magdala, A lição da vigilância, A mulher e a ressurreição, O servo bom, A ilusão do discípulo, A última ceia, A negação de Pedro, A oração do Horto, O bom ladrão, Os quinhentos da Galileia, e, finalmente, Maria narrada sua ascensão aos Céus como Rainha.

“Maria se aproximou de um a um, participou de suas angústias e orou com as suas preces, cheias de sofrimento e confiança. Sentiu-se Mãe daquela assembleia de torturados pela injustiça do mundo. Espalhou  a claridade misericordiosa de seu Espírito entre aquelas fisionomias pálidas e tristes”.

Nossa Senhora, Mãe de Cristo, é contemplada pelo espiritismo como bendita entre as mulheres. Enquanto os evangelhos a ignoram. Sinal que a doutrina espírita se aproxima de Deus que mandou seu Filho morrer na Cruz a fim de salvar a humanidade. Nota-se, portanto, a benevolência daqueles que militam na doutrina como um todo.

“Com auxílio da psicografia de Francisco Cândido Xavier, o Espírito Humberto de Campos apresenta 30 episódios relacionados ao Cristo, seus discípulos e importantes personagens bíblicos, como Zebedeu, Maria de Magdala, Pedro, Tomé e outros, que tiveram suas existências tocadas pelos ensinamentos a mor de Jesus”.

A bem da verdade, trata-se de um livro que traduz com muita propriedade as parábolas de Cristo, e, ao mesmo tempo, testemunha na História do Cristianismo a verdade que Cristo tanto defendeu na sua vida pública. Recomendo, pois, sua acurada leitura para que sejam dissipadas as dúvidas a respeito do Salvador da Humanidade.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com