;

NOTÍCIAS

In:

Cristiano Matheus rebate ex-namorada e publica desabafo em rede social

Por Redação com Extra

O ex-prefeito de Marechal Deodoro, Cristiano Matheus, usou as redes sociais nesta quinta, 29, para dar sua versão sobre a briga com a ex-esposa Mayanne Souza, que o acusa de agressão e prestou queixa contra ele.

De acordo com Cristiano Matheus, “terminamos o relacionamento e ela se enfiou no apartamento alugado em que eu morava e não quis sair dele. Respeitei, por causa da saúde do meu filho, saí do apartamento e fui morar na minha casa na Massagueira”.

Na publicação Cristiano mostra foto com marcas de agressão que segundo ele teria sido feitas pela ex-namorada.

Ex-prefeito mostra marcas de agressão

Ex-prefeito mostra marcas de agressão

Mas, segundo depoimento de Mayanne à imprensa local, o ex-prefeito teria se aproveitado que estava em resguardo após dar a luz ao filho do casal para tirá-la da residência.

“Infelizmente, a mãe do meu filho transformou sua vaidade em jogo político. Transformou um momento lindo, o nascimento do nosso filho em uma briga política”, disse Matheus, que também postou fotos sobre suposta agressão cometida pela ex-companheira.

“Quer ficar, a pulso, em uma cobertura que não é dela, nem minha”, destacou.

Confira depoimento publicado no facebook:

“Eu e Mayanne éramos namorados, mas infelizmente não deu certo. As coisas ficaram muito ruins e, no mesmo período, ela engravidou. Terminamos o relacionamento e ela se enfiou no apartamento alugado em que eu morava e não quis sair dele. Respeitei, por causa da saúde do meu filho, saí do apartamento e fui morar na minha casa na Massagueira. Só que o contrato de aluguel do apartamento acabou! Eu preciso devolver ao dono!

Pensando no meu filho, aluguei um novo apartamento para ela morar. E conversei com ela sobre a necessidade de mudança. Está todo mobiliado, planejado para receber um bebê, pronto pra morar. Veja no vídeo e nas fotos como o apartamento está bonito! Mas ela não queria ir pra lá. Quer ficar, à pulso, em uma cobertura que não é dela, nem minha. Não dá pra ser assim. Infelizmente, por causa da insistência dela em permanecer no apartamento, tive que fazer a mudança enquanto ela estava no hospital. Só não imaginei que ela iria colocar sua saúde e a de nosso filho em risco por causa da vontade de morar em uma cobertura na Ponta Verde. Não dá, o contrato acabou, preciso devolver o apartamento. Se ela quiser alugar por conta própria, que alugue.

Paguei as despesas do enxoval do nosso filho, do móveis e do novo apartamento e até do parto. E vou continuar pagando tudo de meu filho! Mas não posso assumir a despesa do apartamento que ela quer por vaidade. Com o escândalo dela, não reagi, não fiz nada, apenas continuei a mudança. No próprio vídeo que ela gravou tá bem claro que não reagi. Ela, contudo, me agrediu e me arranhou várias vezes. Fui na delegacia, fiz BO e fiz exame de corpo de delito para comprovar as agressões (vejam as fotos). Ela não tem exame e, se fizer, não vai constar nada, porque não fiz nada.

Infelizmente, a mãe do meu filho transformou sua vaidade em jogo político. Transformou um momento lindo, o nascimento do nosso filho em uma briga política. Foi pra delegacia e saiu de lá no carro do Cacá Rodas, meu adversário em Marechal, que também está pagando seu advogado. Quando a gente se envolve com alguém, fica cego e, infelizmente, não percebi a ausência de caráter. Mas enquanto ela busca bens materiais e picuinha com adversário político, vou continuar buscando o bem estar de meu filho”.

Boletim de ocorrência

Boletim de ocorrência

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *