;

NOTÍCIAS

In:

Isnaldo destaca aprovação pelo Senado do projeto que torna a vaquejada manifestação cultural

Por Assessoria
Isnaldo Bulhões

Isnaldo Bulhões

Em pronunciamento durante a sessão ordinária desta terça-feira, 8, o deputado Isnaldo Bulhões (PMDB) destacou a decisão da Comissão de Educação, Cultura e Esporte, do Senado Federal, e, posteriormente, do plenário daquela Casa, que no último dia 1º de novembro aprovou o relatório do senador Otto Alencar (PSD/BA), favorável ao projeto de lei 24/2016 que eleva a vaquejada e o rodeio à condição de manifestação cultural nacional e de patrimônio cultural imaterial. O projeto é originário da Câmara Federal e tem como autor o deputado federal Capitão Augusto (PR-SP).

Durante o discurso, Isnaldo ressaltou o empenho do presidente do Senado, Renan Calheiros e da deputada Federal Rosinha da Adefal (PTdoB/AL) para a aprovação da matéria. A polêmica em torno do tema ganhou força em todo o País no início do mês passado, logo após o Supremo Tribunal Federal (STF) julgar procedente uma ação movida pelo Ministério Público do Ceará contra a lei que regulamenta as vaquejadas.

“A discussão tem sido mais ampla, entre aqueles que alegam os maus tratos aos animais e aqueles que defendem, assim como eu, a prática da vaquejada”, argumenta Isnaldo Bulhões, destacando que o evento gera cerca de 700 mil empregos em todo o Brasil. O deputado lembrou que há cerca de duas semanas esteve, juntamente com representantes de entidades de todo Brasil, em Brasília. “Tive a oportunidade de conversar com a deputada Rosinha e pedi para que ela fizesse a ponte com o presidente da Comissão de Educação do Senado, o senador Romário (PSB/RJ), para que este pautasse o PL 24/2016 e assim foi feito”, contou Bulhões, acrescentando que, após a aprovação do projeto na Comissão de Educação, no mesmo dia o senador Renan Calheiros pautou a matéria no plenário, onde também recebeu a aprovação dos senadores.

Em aparte, o deputado Dudu Hollanda (PSD), que tem realizado um trabalho em defesa da vaquejada, se associou ao pronunciamento do colega e observou que a vaquejada precisa de legisladores que conheçam profundamente da causa. “Os senadores Otto Alencar (relator do projeto) e Agripino Maia são grandes conhecedores da causa e sabem a importância que tem a vaquejada”, observou Hollanda, destacando a importância de trazer o assunto novamente a plenário, tendo em vista que, na opinião dele, a vaquejada é uma atividade cultural. “Vaquejada é história, é centenária e tem origem nordestina, da caatinga, vem do povo sertanejo”, disse.

Compartilhe:
Tags: ,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *