;

NOTÍCIAS

In:

Abate clandestino entra na mira do governo do Estado e ganha aliados

Por Ivan1
Governo quer assegurar a qualidade da carne oferecida ao alagoano. (Foto: Divulgação)

Governo quer assegurar a qualidade da carne oferecida ao alagoano. (Foto: Divulgação)

O diretor administrativo do Matadouro Frigorífico de Alagoas (Mafrial), o mais antigo do estado – com 40 anos de existência -, Alzir Beltrão, destacou a iniciativa do governador Renan Filho em combater o abate clandestino em terras alagoanas. A Secretaria de Estado da Agricultura, Pesca e Aquicultura pôs a disposição o Disque Denúncia (082-0040) para que qualquer cidadão possa contribuir com a campanha.
O executivo enfatizou que “é a primeira vez que vemos um governo preocupado com essa situação”. Mais detalhadamente, Alzir Beltrão salientou a preocupação da Agência de Inspeção e Defesa Agropecuária (Adeal) diante da situação. “Estamos vendo o pessoal da Adeal atento a essas irregularidades”, comentou. Ele sugeriu ainda que o número da denúncia deveria fazer parte de uma campanha, visando a participação popular, a ser veiculada na imprensa alagoana.
Para Alzir Beltrão, o estado poderia dar exemplo a outras unidades da federação, determinando a isenção do ICMS e com isso, haveria um barateamento do produto que chegaria a mesa do consumidor bem mais em conta e com a segurança de um produto de origem e fiscalizada pelos fiscais do Ministério da Agricultura.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *