;

NOTÍCIAS

In:

Palmeira dos Índios perde Monsenhor José Araújo

Por Redação

Padre José Araújo faleceu aos 94 anos

Palmeira dos Índios amanheceu de luto ao tomar conhecimento pelas redes sociais do falecimento do Padre José Araújo, ocorrido às 23:20h desta terça-feira, 20 na UTI do Hospital Santa Rita.

Com problemas de saúde há alguns meses,  Padre José Araújo, tinha 94 anos de idade e destes – 67 anos dedicados à  Igreja Católica.

Além da carreira religiosa, José Araújo foi professor de português e francês, filósofo e durante muitos anos articulista desta TRIBUNA DO SERTÃO, só interrompendo sua valiosa colaboração – quando acometido da doença que o vitimou não pode mais escrever, despedindo-se de forma emocionada.

A diocese palmeirense emitiu nota de pesar sobre a morte do Monsenhor José Araújo que durante anos prestou relevantes serviços à Palmeira dos Índios.

“Para o cristão, quanto mais unido a Cristo mais participa da vida, pois seu viver é dependência da Vida; deste modo, a morte não é o fim definitivo, é caminho para a comunhão plena no Amor. É Vida que mata a morte, é morte que leva para a Vida. Aquele que, durante 67 anos, agiu na pessoa de Cristo, como seu ministro, foi ao encontro da salvação que anunciou aos seus irmãos. O Monsenhor Araújo, como era chamado, faleceu aos 94 anos e deixa um grande testemunho de sacerdote fiel que combateu o bom combate e, havendo terminado sua carreira, resta-lhe receber a coroa da justiça (2Tm 4,7-8). Pedimos a todos os cristãos que elevem preces a Deus, justo juiz, para que esse nosso irmão, tendo chegado ao ocaso de seus dias, seja acolhido pela misericórdia e receba o dom da salvação”, finaliza a nota.

A prefeitura de Palmeira dos Índios também manifestou seu pesar pela morte do padre através de seu portal na internet.

“O Governo do Povo de Palmeira dos Índios lamenta, com pesar, o falecimento do Monsenhor José Araújo, ocorrido no final da noite de ontem (20). Padre José Araújo, como era chamado por muitos, tinha 94 anos, se dedicou à igreja durante 67 anos e deixa um legado de fé, disciplina e de amor ao próximo.

Para toda a igreja e aos fiéis que conviveram com o monsenhor José Araújo, nessa longa caminhada de fé, prestamos os nossos mais profundos sentimentos, com a esperança de que Deus o acolha na nova morada celestial”, diz a nota. 

Histórico

Natural do bairro Santo Antônio em Penedo, Padre José Araújo foi um homem culto, excelente professor de Português e exímio tradutor de Latim. Um dos padres mais antigos da Diocese de Nossa Senhora do Amparo, contemporâneo dos Monsenhores Odilon Amador dos Santos e de José do Nascimento.

Embora tenha sido batizado na pia batismal da Catedral de Penedo e de ter sido ordenado padre e realizado sua primeira eucaristia no Convento Santa Maria dos Anjos, em sua cidade natal, monsenhor José Araújo optou em ser transferido para a nova Diocese de Palmeira dos Índios, criada no Agreste Alagoano, no ano de 1962. Sacerdote dotado de boa cultura geral e de um sólido conhecimento teológico, o Padre José Araújo sempre se destacou em suas homilias, durante suas celebrações eucarísticas.

Nesses 54 anos de fundação da Paróquia de São Cristóvão, em Palmeira dos Índios, ele foi nomeado pároco por várias vezes. Se monsenhor Francisco Xavier de Macedo foi o idealizador dessa comunidade católica e edificador das paredes do novo templo, o Padre José Araújo foi o responsável pela cobertura do teto da nova casa de São Cristóvão. Durante seu pastoreio realizou inúmeras Santas Missões no bairro e na zona rural. As saudosas Festas de São Cristóvão sempre contou com uma vasta programação que iam desde a formação litúrgica, como a organização de carreatas, procissões motorizadas, vigílias, mutirão de prestação de serviços à comunidade, além de outras atrações.

Narra a história que ano de 1964, precisamente no dia 16 de fevereiro, Dom Otávio Barbosa Aguiar elevou a capela de São Cristóvão, no antigo bairro dos Caboclos na cidade de Palmeira dos Índios, à sede Paroquial e empossou, no mesmo ato, o Reverendíssimo Padre José Araújo Silva como Pároco da Paróquia de São Cristóvão, a primeira da Diocese a ser constituída na cidade. Por muito tempo ele contou com o auxílio do Monsenhor José Nascimento, na condição de Vigário. Hoje, o novo Pároco de São Cristóvão é o Padre Lázaro José de Melo.

Mas a vida do Monsenhor José Araújo Silva não se restringe apenas na sua atuação sacerdotal, como homem cristão da Igreja Católica. Ele foi um notável professor da Língua Portuguesa. No Colégio Estadual Humberto Mendes, o Padre José Araújo Silva marcou sua presença privilegiada nas décadas de 60 e de 70, participando com um grupo de profissionais docentes de grande estrutura pedagógica, “professores altamente gabaritados”, segundo opinião do próprio Monsenhor José Araújo.

Sepultamento

A Santa Missa em sufrágio da alma do Monsenhor José Araújo foi realizada na igreja matriz de São Cristóvão em Palmeira dos Índios e o sepultamento no Cemitério de São Gonçalo.

Compartilhe:
Tags: ,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com