NOTÍCIAS

In:

Jornalista alagoana lança livro sobre fake news e combate à desinformação no Brasil

Por Assessoria

Kassia Nobre dos Santos

O jornalismo morreu? A imprensa perdeu de vez a credibilidade? Como combater as notícias falsas que inundam as redes sociais? São perguntas como estas, cada vez mais comuns entre profissionais da comunicação, a base do livro Em busca da credibilidade perdida: a rede de investigação jornalística na era das fake news, lançado neste mês pela Editora Letramento. A obra é resultado da tese de doutorado da jornalista alagoana Kassia Nobre dos Santos, pela PUC (Pontifícia Universidade Católica) de São Paulo.

Kassia se formou pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e, após experiências profissionais como repórter e assessora de comunicação em Alagoas, decidiu fazer pesquisas na área, fora do estado. Fez Especialização em Jornalismo Literário, pela Associação Brasileira de Jornalismo Literário (ABJL-SP), e mestrado em Letras, pela Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc – RS).

Agora, ao lançar seu primeiro livro, busca contribuir no combate à guerra da desinformação. “Como jornalista e pesquisadora, sinto que tenho esse dever”, diz a autora. “Enquanto acreditamos e compartilhamos informações que não são verdadeiras, o jornalismo morre aos poucos. O livro é para estudantes de comunicação e jornalistas, mas também para todos que tenham curiosidade sobre o fenômeno da pós-verdade e das notícias falsas [fake news]”, aponta Kassia Nobre.

A obra já está disponível para o público pelo site da Editora Letramento: http://bit.ly/embuscadacredibilidade, em período de pré-venda.

Em busca da credibilidade perdida

O livro evidencia uma crise latente na atualidade. As redes sociais enalteceram a cultura participativa da sociedade em assuntos de interesse coletivo, algo positivo porque promoveu a diversidade de vozes e descentralizou o poder da grande mídia como única porta-voz da informação. Mas, ao mesmo tempo, a revolução digital foi a grande responsável pela pós-verdade e o fenômeno das notícias falsas (fake news), que abalou o conceito de verdade, já que opiniões e fatos se confundem porque circulam no mesmo espaço digital.

Livro Fake News, de Kassia Nobre

Ao debater a crise, a obra também mostra que há um campo de experimentação a ser explorado pelo jornalista para atuar no novo cenário da profissão e retomar a credibilidade perdida. Assim, pilares fundamentais da profissão de jornalista – a apuração aprofundada e a checagem – podem ser resgatados e valorizados. A partir do combate à desinformação, o jornalismo pode recuperar uma das suas principais funções que é contribuir para o fortalecimento da democracia.

“O livro propõe uma discussão sobre um tema candente na tensa relação entre jornalismo e mídias sociais, nesses tempos difíceis”, explica a professora Cecília Almeida Salles, orientadora da tese de doutorado escrita pela jornalista Kassia Nobre. “Discute o jornalismo investigativo a partir da revista piauí. Coloca, também, em debate os procedimentos de apuração e checagem no âmbito do trabalho do jornalista, com foco especial na rede de checagem da agência Lupa. A proposta da publicação é fazer uma reflexão crítica sobre o jornalismo a partir de uma abordagem diferenciada: seus modos de produção”, avalia Salles.

Compartilhe:
Tags: ,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com