NOTÍCIAS

In:

Justiça manda soltar prefeito preso por depositar lixo em aterro interditado

O juiz da 1.a Vara Criminal de Andradina, Jamil Nakad Junior, mandou soltar nesta quinta-feira, 14, o prefeito de Murutinga do Sul, Gilson Pimentel (PSDB), preso no dia anterior por ter mandado depositar o lixo da cidade num aterro interditado pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb).

Outros quatro servidores do município também foram libertados, mas todos vão responder a processo por crime ambiental. Pimentel alegou que, desde a interdição do aterro sanitário, no fim do ano passado, a cidade não tem onde colocar o lixo coletado nas ruas.

Após sair da prisão, ele disse que vai contratar uma empresa em caráter emergencial para encaminhar o lixo a um aterro particular. Segundo ele, essa medida ainda não foi tomada por causa da difícil situação financeira da prefeitura.

A Cetesb informou que o aterro em valas de Murutinga do Sul foi interditado no dia 13 de dezembro do ano passado. A prefeitura foi notificada para mandar o lixo a outro aterro licenciado e com operação adequada, até o licenciamento ambiental de uma nova área para disposição dos resíduos no próprio município.

Autor: José Maria Tomazela
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com